Colégio João Paulo I

Projetos   InformAÇÃO a Distância  InformAÇÃO a Distância



Biodiversidade ameaçada

Flávio de Oliveira


Atualmente, a Biodiversidade de nosso planeta vem sofrendo sérias ameaças e um dos principais fatores é a alta taxa de crescimento populacional da espécie humana. Uma das conseqüências disso é a degradação e a contaminação de uma maneira significativa dos ambientes naturais. Espécies estão sendo expulsas de seus ambientes devido à acelerada ocupação e exploração humana.

À medida que o ambiente se modifica, aparecem oportunidades para espécies invasoras oportunistas que ocupam espaços antes ocupados pelas espécies nativas. Elas modificam seu modo de viver com grande capacidade de competição podendo até mesmo levar espécies nativas à extinção.

É bom lembrar que a eliminação de uma espécie do ambiente poderá trazer grandes problemas, pois esta participa da cadeia alimentar mantendo o equilíbrio do ecossistema.

No Brasil, as ameaças são ainda maiores devido a sua grande extensão de área geográfica com diferentes tipos de habitats e por apresentar uma considerável diversidade de flora e fauna. Por conta disso, o país também é vítima da biopirataria.

Com o avanço das zonas urbanas, agricultura e pecuária, grandes extensões de áreas estão sendo modificadas. Com isso, o Brasil vêm perdendo grande parte de sua diversidade biológica.

É necessário ressaltar também a silvicultura na região sul do Brasil, que vem crescendo em demasia: grandes extensões de áreas naturais estão sendo usadas para plantações de pinus e eucaliptos, que, além de expulsarem as espécies nativas, não apresentam nenhum tipo de alimento para fauna, modificando todo o aspecto paisagístico original da região.

As matas ciliares, que – na maioria das vezes – são retiradas para essas atividades, também geram grandes impactos nos cursos d’água, prejudicando intensamente os organismo aquáticos.

Nesse sentido, faz-se necessário frisar que a preservação é fundamental, pois a Biodiversidade é a base da vida e sem ela não poderíamos sobreviver. Ela é essencial para as funções ecológicas e o equilíbrio de nosso maior ecossistema, que é a biosfera.

É fundamental o conhecimento da importância dos organismos da diversidade biológica pela comunidade, e maior conscientização por meio de investimentos em educação ambiental, para que haja preservação da Biodiversidade.

Embora a preocupação com a natureza esteja aumentando em passos lentos, ela cresce a cada dia, uma vez que são poucas as pessoas que acreditam que a preservação é fundamental, inclusive para sobrevivência de nossa espécie. Espero que esse pensamento um dia mude, e que possamos desfrutar de nossa flora e fauna, tendo consciência de que é preciso planos de manejo para o uso sustentável da Biodiversidade.