Colégio João Paulo I - Higienópolis

JPH  Notícias


UFRGS é a melhor universidade federal do Brasil em avaliação do MEC

A instituição é a única do RS entre as dez instituições mais bem avaliadas no Brasil

Indicador de qualidade referente a 2016 coloca a universidade como a única no Rio Grande do Sul com conceito na faixa máxima, atingido por 1,5% das instituições de todo o país

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) é a melhor universidade federal do país de acordo com o Índice Geral de Cursos (IGC) de 2016, divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Ministério da Educação (MEC). A universidade chegou a 4,29 pontos em uma escala que vai de 1 a 5 e atingiu a faixa máxima do conceito — algo que só 1,5% das instituições de Ensino Superior conseguiram neste ano.

Entre todas as universidades do Brasil, o primeiro lugar ficou com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), autarquia subordinada ao governo estadual de São Paulo, que somou 4,37 pontos. No Rio Grande do Sul, a UFRGS é seguida pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), que ficou com conceito na faixa 4 (3,80) e pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), também na faixa 4 (3,76). Depois vêm as particulares Unisinos(3,51) e PUCRS (3,49), ambas também com conceito final 4 — atingido por 17,4% das instituições de Ensino Superior avaliadas no triênio 2014-2016.

Das 22 universidades e institutos federais gaúchos avaliados, a UFRGS é a única instituição que alcançou o indicador mais alto. A universidade alcançou nota superior à de 2015, quando atingiu 4,28 pontos, porém ficou abaixo da avaliação de 2014, quando chegou à nota 4,34. A Unicamp manteve os 4,37 pontos da avaliação passada, que também foi liderada pela universidade paulista e pela UFRGS.

A avaliação do MEC é baseada na análise das condições de ensino, em especial aquelas relativas ao corpo docente, às instalações físicas, ao projeto pedagógico e ao resultado dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). São consideradas, para o cálculo, a qualidade dos cursos, revelada pelo Conceito Preliminar de Curso (CPC); a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu, a partir de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); e a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu.

A Faculdade Est, vinculada à rede Sinodal, de São Leopoldo, foi a única instituição do Rio Grande do Sul, além da UFRGS, a ter alcançado IGC 5 no indicador de qualidade do MEC que avalia as instituições de educação superior. A faculdade obteve nota 4,53, a maior do Estado conforme os dados de 2016.

Todas as universidades, institutos federais e centros universitários do Rio Grande do Sul alcançaram conceito considerado satisfatório, a partir de 3, que pode ser considerado a média nacional. De acordo com o MEC, 66,7% das instituições de Ensino Superior atingiram esse conceito. As faixas 1 (0,4% do total) e 2 (14%) são consideradas insatisfatórias e devem motivar inspeção por parte do Ministério da Educação.

Universidades gaúchas no IGC 2016
UFRGS - 4,29 (faixa 5)
UFSM - 3,80 (faixa 4)
UFCSPA - 3,76 (faixa 4)
Unisinos - 3,51 (faixa 4)
PUCRS - 3,49 (faixa 4)
UFPel - 3,42 (faixa 4)
Furg - 3,28 (faixa 4)
Uergs - 3,24 (faixa 4)
Unipampa - 3,21 (faixa 4)
IFSul - 3,13 (faixa 4)
IFFarroupilha - 3,08 (faixa 4)
Feevale - 3,07 (faixa 4)
IFRS - 3,02 (faixa 4)
Unijuí - 2,99 (faixa 4)

As universidades federais melhor avaliadas
UFRGS - 4,29 (faixa 5)
UFMG - 4,22 (faixa 5)
UFRJ - 4,107 (faixa 5)
UFABC - 4,106 (faixa 5)
Unifesp - 4,0749 (faixa 5)
UFSC - 4,0747 (faixa 5)
UFLA - 4,00 (faixa 5)
UFV - 3,998 (faixa 5)
UFSCar - 3,994 (faixa 5)
UNB - 3,95 (faixa 5)

Fonte:
  • ZERO HORA

Postado por: